Buriti - Bom pra você é aqui!

Loading...

sábado, 12 de maio de 2012

Traficante Matemático é encontrado morto em Bangu


Após uma madrugada de violência - com a guerra entre traficantes de duas facções rivais das favelas da Coréia e Taquaral, em Senador Camará, e da Vila Aliança, em Bangu, na Zona Oeste - a polícia encontrou no início da manhã deste sábado o corpo do traficante Márcio José Sabino Pereira, o Matemático, chefe do tráfico de drogas na região. O corpo foi encontrado por policiais do Batalhão de Choque por volta das 5h, dentro do Gol placa LKX 8687, ao lado da Escola Municipal Pracinha João da Silva, em Bangu.
Matemático teria sido baleado no final da noite de sexta-feira, durante operação conjunta das polícias Federal, Militar e Civil. Segundo as primeiras informações, a quadrilha teria reagido a tiros à chegada dos policiais, e o traficante teria sido atingido nas pernas, por atiradores de elite do helicóptero da Polícia Civil. Comparsas do traficante ainda tentaram socorrê-lo mas, ao perceberem o cerco fugiram, largando Matemático.
Ainda de madrugada, a polícia teve a informação de que Matemático havia sido baleado e chegou a fazer buscas pelos hospitais da região a procura dele. Policias do 14º BPM (Bangu) foram para os acessos às comunidades e receberam apoio de homens do 40º BPM (Campo Grande) e do Batalhão de Choque (BPchoque). Um helicóptero chegou a ser usado.
Matemático é um dos bandidos mais procurados do Rio de Janeiro. Recentemente o Disque-Denúncia aumentou de R$ 3 mil para R$ 10 mil a recompensa por informações que levem a sua prisão. Matemático é investigado em 26 inquéritos e tem 15 mandados de prisão expedidos pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e formação de quadrilha.
Desde o início do mês a polícia vem realizando operações para nas favelas da Coreia e Taquaral, em Senador Camará. Na manhã deste sábado, todas as favelas da região permanecem cercadas. Um dos seguranças de Matemático foi preso, e a polícia continua fazendo buscas atrás do restante da quadrilha e do paiol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário